Voltar

Emília Vieira, a presidente da Casa de Investimentos, investe em ações que criem valor para os seus clientes. Na bolsa portuguesa encontrou o oposto: várias sociedades que destruíram dinheiro para os seus acionistas.

Conheça a estratégia de investimento e as principais apostas da sociedade gestora de patrimónios, que, nos últimos cinco anos, ganhou mais do que Warren Buffett, a sua referência. Embora não esteja limitada aos mercados acionistas, Emília Vieira não aplicaria em Obrigações do Tesouro ou em Certificados do Tesouro. O Estado português “não é um emitente excecional”, avisa.