Voltar

No final de 2008 e início de 2009, ouvíamos muitas vezes a expressão "cash is king" . De forma generalizada, para comentadores, analistas, jornalistas e até investidores institucionais, o dinheiro era rei e os riscos de investir - com as bolsas mundiais a baterem mínimos consecutivos - eram enormes para os investidores. Nada de mais errado. Essa era a altura em que o dinheiro devia ser investido e não guardado, tal como na altura escrevemos em vários artigos publicados no Diário do Minho e que estão disponíveis no nosso site. Nessa ocasião, os investidores que precisavam do consenso da multidão para agir pagaram muito caro por esse conforto.