Voltar

Emília Vieira, CEO da Casa de Investimentos esteve presente, no dia 4 de maio, numa conferência organizada pela Manual of Ideas Global (MOI Global) que reuniu alguns dos melhores investidores em valor de todo o mundo em Omaha, nos Estados Unidos, para apresentarem e discutirem as suas melhores ideias de investimento. 

A MOI Global é uma comunidade de investidores que organiza conferências e promove uma publicação periódica sobre Investimento em Valor. Esta conferência decorreu à margem da Assembleia Anual de Acionistas da Berkshire Hathaway, a holding de Warren Buffett, um evento marcante para a comunidade de investidores em valor de todo o mundo.

Após o convite da MOI Global, Emília Vieira entendeu apresentar a Sonae SGPS, um dos maiores grupos portugueses cotados em bolsa e que faz parte da carteira da Casa de Investimentos. Para além de representar um grupo português de referência, a escolha da Sonae deveu-se a razões muito objetivas: é um grupo composto por negócios líderes de mercado em diferentes áreas; apresenta um importante histórico de boa gestão e de criação de valor para os seus acionistas e transaciona em mercado com um desconto significativo relativamente à estimativa de valor da Casa de Investimentos. 

SONAE SGPS

Além de ser o líder em quota de mercado no retalho alimentar em Portugal, beneficiando de margens acima da média, mesmo no atual ambiente concorrencial, a Sonae tem uma carteira variada de negócios. No retalho especializado, depois de uma série de anos difíceis, lojas como a Worten e a Sportzone começam a dar os primeiros sinais positivos de recuperação. Além disso, a Sonae detém uma participação relevante na NOS, operador com maior crescimento no mercado de telecomunicações nacional.

Disclaimer: Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidade futura.
Este artigo não é uma recomendação de investimento nos títulos ou políticas de investimento apresentadas. Uma recomendação de investimentos depende da situação financeira do investidor, da composição do seu património financeiro, do seu temperamento para suportar a volatilidade dos mercados financeiros e da capacidade de manter os investimentos o tempo necessário para que a oportunidade se materialize, ou seja, para que o preço seja igual ao valor.