Voltar

Como ganhar dinheiro?

No top 10 das perguntas mais pesquisadas no Google, em Portugal e ao longo de 2019, figura “Como ganhar dinheiro?”.

O interesse na questão foi superado pelo de querer saber onde votar (o que é curioso se tivermos em conta que a abstenção nas eleições legislativas deste ano atingiu o valor recorde de 51,4%), como funciona a conhecida aplicação de encontros amorosos Tinder ou como produzir caramelo, mas ultrapassou o de saber ver se a lotaria clássica tem prémio, como tirar a ferrugem (desconhece-se se de material ferroso ou de tecido manchado pela mesma) ou como apagar a conta do Instagram.  

Uma análise superficial dos resultados poderia levar a concluir que os portugueses não demonstram qualquer predisposição especial por uma forma de ganhar dinheiro em particular, mas uma leitura mais aprofundada dos resultados permite constatar que, de entre as pesquisas relacionadas com “como ganhar dinheiro [...]?”, “[...] online? é  aquela que teve mais ocorrências (sendo que “[...] no youtube?” e “[...] na internet?” também surgem destacadas), o que sugere que os portugueses estão, não só sensíveis, como sedentos de conhecer mais sobre o potencial dos meios digitais enquanto veículos para a produção de rendimentos.  

Ainda nas pesquisas relacionadas, e logo a seguir a “como ganhar dinheiro online?”, surge como ganhar dinheiro extra?, o que nos permite perceber que muitos portugueses anseiam por fontes de rendimento adicionais, algo que saudamos por ser, se dentro de limites eficientes, uma prática comprovadamente saudável do ponto de vista financeiro, ao diluir a exposição aos riscos de apenas uma origem e ao contribuir para uma progressiva independência individual e familiar. Como diz Warren Buffett “Nunca dependa de um único rendimento. Invista para criar uma segunda fonte.”. 

Não conseguimos saber através das estatísticas da Google se, com as suas pesquisas, os portugueses pretendiam encontrar soluções para obter um rendimento extra através do trabalho ou do investimento, mas conhecemos os limites fisiológicos da diversificação por via do trabalho - o dia tem 24 horas para todos nós e o sono é um ingrediente preponderante da saúde física e mental -, pelo que esperamos que as pesquisas os tenham ajudado a descobrir formas legítimas de ganhar dinheiro extra sem terem de empregar todo o seu tempo disponível em atividades laborais.

Se é inegável o papel ímpar que o trabalho tem no desenvolvimento de competências funcionais e relacionais, nos sentimentos individuais de pertença e de utilidade e que teve, desde a industrialização, na progressiva democratização do acesso a conforto e bem estar materiais, já não é avisado que seja a fonte exclusiva de rendimentos. Investir as poupanças provenientes da remuneração do trabalho em ativos capazes de produzir reiteradamente bons rendimentos é fundamental para a independência e prosperidade financeira e para uma vida pautada por um bom equilíbrio entre a atividade profissional e as suas demais dimensões. Ainda como diz Buffett “Se não encontrar uma forma de fazer dinheiro enquanto está a dormir, terá de trabalhar até ao fim dos seus dias.”. 

O aspeto que, devemos confessar, mais nos preocupou nos dados sobre as pesquisas no Google foi a relevância das pesquisas “como ganhar dinheiro rápido? e “como ganhar dinheiro fácil?. Lamentamos desapontar algum leitor que porventura procurasse, neste texto, uma solução de toma fácil e efeito rápido para ganhar dinheiro, mas não nos ocorre qualquer investimento que, passando um teste exigente de legitimidade, ética e prudência, permita ganhar bastante dinheiro em pouco tempo. Infelizmente aqui não conseguimos ajudar. 

O horizonte temporal que utilizamos no investimento do dinheiro dos nossos Clientes é superior a cinco anos, desejavelmente acima de dez, se possível para sempre. Isto requer dos nossos Clientes uma boa dose de paciência e otimismo. Ser paciente e otimista não tem nada complexo  basta permanecer imperturbado durante o tempo necessário para que os preços dos ativos que adquirimos a desconto relativamente ao seu valor intrínseco reflitam este seu justo valor. O problema é que, embora simples, isto é difícil de fazer, sobretudo em períodos de maior volatilidade dos mercados financeiros e ainda mais quando recuam, pois contraria a natureza humana, ao exigir a capacidade de conter os impulsos do agora em prol de um bem maior mais à frente 

Terminamos aludindo a uma curiosidade na lista das pesquisas Google mais frequentes: O que visitar em Braga? foi uma das perguntas mais frequentes em 2019. Aos que, tendo efetuado esta pesquisa, também quiseram saber “Como ganhar dinheiro?” não teríamos dúvidas em apontar para o nº 242 da Rua Beato Miguel de Carvalho onde se situa a nossa sede.