Voltar

Artigo da autoria de Ben Carlson, originalmente publicado no blog A Wealth of Common Sense, em 18 de março de 2020

Retornos dos fundos do bear market

Estamos hoje no 13º pior bear market desde os finais dos anos 20 com perdas de cerca de 30%.

Seria necessário cair mais 15% destes níveis para chegar a uma perda de 40%.

Seria necessário cair mais 30% destes níveis para chegar a uma perda de 50%.

Não sei se isto vai acontecer ninguém sabe mas é certamente possível. Já aconteceu antes e acontereá novamente, mesmo que não seja desta vez.

Olhar para além desta pandemia não parece acertado porque o pior ainda está para vir.

Não sei o que ainda está para vir nos mercados porque os investidores estão a recalibrar de improviso os seus pensamentos acerca do futuro.

Ninguém consegue adivinhar o que se seguirá.

Eventualmente, no entanto, vamos superar isto. Sempre o fizemos. Se não acredita nisto, porquê investir?

As ações atingirão um fundo e teremos um rally rápido e massivo.

Não sei quando isto acontecerá

Eis os 12 bear markets que foram piores que a versão pela qual estamos a passar e os retornos a um, três e cinco anos que se seguiram:

A má notícia é que não faço ideia de quando as ações vão bater no fundo. Talvez hoje? Talvez dentro de uma semana ou um ano. Quem sabe?

Mas o fundo há-de chegar eventualmente.

Conseguiremos investir exatamente no mínimo? A menos que sejamos ridiculamente sortudos, não. O ponto, no entanto, é que quanto maiores as perdas, mais elevados serão os retornos esperados.

Hoje sentimos que é uma altura terrível para comprar ações.

Isto, habitualmente, é um bom sinal (embora as coisas possam ainda ficar muito piores).