Voltar
Autoria
Nick Maggiulli
Nick Maggiulli

Originalmente publicado por Nick Maggiulli em 13 de outubro de 2020 no seu blog Of Dollars and Data.

Os melhores livros sobre investimentos para cada tipo de investidor

Que tipo de investidor é o leitor?

Gosta de escolher as ações que tem em carteira ou prefere ter fundos de índices?

Sente-se atraído pelo trabalho técnico ou prefere uma boa história?

A História empolga-o ou está obcecado com o que está a acontecer atualmente?

A resposta a estas perguntas determinará o tipo de livros sobre investimentos que o leitor poderá pode achar mais interessante. Infelizmente, a maioria dos artigos sobre os melhores livros sobre investimentos não oferece tal diferenciação.

Por isso, compilei uma lista dos melhores livros sobre investimentos baseada na etapa onde o leitor se encontra na sua carreira de investidor. A lista é apenas um ponto de partida para uma exploração posterior e, espero eu, inclui sugestões para todos os gostos.

Para iniciantes

Se o leitor é novo no mundo dos investimentos, deverá concentrar-se na aprendizagem das teorias fundamentais e, simultaneamente, expor-se de uma forma abrangente ao mundo dos investimentos. Estes livros permitem essa exposição ao mesmo tempo que garantem estruturas de investimento que podem ser uteis para o resto da sua vida.

[Nota do autor: Se o leitor não dispõe ainda de dinheiro para investir, recomendo então dar início a esta viagem com Total Money Makeover de Dave Ramsey ou I Will Teach You Be Rich de Ramit Sethi para, em primeiro lugar, melhorar as suas finanças pessoais. Os conselhos de investimento contido nos seguintes livros abaixo serão muito mais uteis se realmente o leitor os puder aplicar.]

The Four Pillars of Investing, de William Bernstein

The Four Pillars of Investing é o meu livro de investimento introdutório favorito porque fornece uma cobertura detalhada da teoria, história, psicologia e negócio do investimento (os quatro pilares). Sim, este livro é um pouco mais técnico do que outros livros populares sobre investimentos, mas é preciso que o seja! Se o leitor deseja ter um conhecimento básico sobre investimentos, este é o livro ideal.

A Wealth of Common Sense, de Ben Carlson

A Wealth of Common Sense é provavelmente o livro mais abrangente sobre investimentos que já li. Aborda a História, comportamento humano, alocação de ativos, mitos de mercado e muito, muito mais. Não admira que tenha sublinhado 48 secções separadas no meu Kindle (o maior número de qualquer livro de investimento que já li). Sim, Ben Carlson é um dos meus colegas, mas li o seu livro pela primeira vez em 2016 (antes de nos conhecermos) e tenho-o recomendado a amigos desde então.

The Essays of Warren Buffett, de Lawrence A. Cunningham

Se deseja a sabedoria de Warren Buffett sem ter que ler todas as suas cartas da Berkshire Hathaway aos acionistas, The Essays of Warren Buffett é o livro que procura. Repleta de décadas de inteligência e sabedoria do investidor mais famoso do mundo, esta coleção torna o Oráculo de Omaha acessível a todos, especialmente aos novos investidores. Os escritos de Buffett são fundamentais para todos os investidores.

Para Stock Pickers

Assumindo que o leitor já conhece um pouco sobre Buffett e quer ir mais longe no mundo da seleção de ações, os livros desta secção fornecerão os alicerces financeiros e psicológicos essenciais.

The Intelligent Investor, de Benjamin Graham

Nenhuma lista dos melhores livros de investimento está completa sem The Intelligent Investor de Benjamin Graham. Embora o mundo dos investimentos tenha mudado consideravelmente desde a época de Graham, ler a obra fundamental sobre o investimento em valor é essencial para o futuro de qualquer investidor em ações. A capacidade de Graham de distinguir o ato de investimento do ato de especulação resistirá ao teste do tempo. Se considera esta obra útil, considere a leitura Security Analysis de Graham e David Dodd para uma análise mais técnica do tópico.

Reminiscences of a Stock Operator, de Edwin Lefevre

Considerado o melhor livro sobre trading de ações jamais escrito, Reminiscences of a Stock Operator segue a vida e os tempos de um dos mais famosos traders da história, Jesse Livermore. Livermore, que ganhou e perdeu uma fortuna várias vezes nas décadas de 1920 e 1930, oferece lições intemporais sobre a psicologia do trading que beneficiam todos os investidores. Mesmo que não se considere um trader, os conselhos contidos neste livro podem um dia salvá-lo de si mesmo.

What I Learned Losing a Million Dollars, de Jim Paul e Brendan Moynihan

What I Learned Losing a Million Dollars é o meu livro preferido alguma vez escrito sobre a psicologia dos investimentos, uma vez que destaca as formas como o nosso ego pode prejudicar a tomada de boas decisões de investimento. Ainda mais importante, o livro ensina-nos esta lição através de uma história interessante. A história, neste caso, envolve um dos autores do livro (Jim Paul), que perde mais de um milhão de dólares após uma série de más decisões financeiras. O livro analisa essas decisões em profundidade e, de seguida, conclui que, embora existam muitas maneiras de ganhar dinheiro, existem apenas algumas maneiras de o perder.

Se este livro for do seu agrado, poderá gostar também de Why You Win or Lose: The Psychology of Speculation, de Fred C. Kelly, uma análise diferente sobre a psicologia do investimento.

You Can Be a Stock Market Genius, de Joel Greenblatt

Apesar do título folclórico, You Can Be a Stock Market Genius foi-me extremamente útil quando comecei a aprender a investir em ações. Alguns dos métodos que Greenblatt recomenda provavelmente não funcionam nos mercados de hoje, mas o nível de detalhe que ele inclui neste livro torna-o uma leitura intrigante. Se desejar uma visão mais introdutória do estilo de investimento de Greenblatt, leia primeiro The Little Book That Beats the Market antes de mergulhar neste material.

One Up on Wall Street de Peter Lynch

Na mesma linha de Greenblatt, One Up on Wall Street de Peter Lynch é outro clássico entre os stock pickers de todo o mundo. Lynch, que é mais conhecido pela sua excecional performance no fundo Magellan da Fidelity, defende que devemos "investir no que conhecemos" uma vez que somos capazes de identificar as tendências emergentes antes de Wall Street. Se gosta da obra de Lynch, poderá também apreciar o clássico Common Stocks and Uncommon Profits, de Philip A. Fisher. Infelizmente, nunca tive a oportunidade de ler a obra de Fisher uma vez que, quando ouvi falar dele, já tinha deixado o mundo do stock picking para trás.

Para Indexadores/Alocadores de Ativos

Se não tem disponibilidade para escolher ações individuais (ou acha que não consegue fazer isso bem), então ser um indexador pode ser o caminho a seguir. Esta secção contém livros que serão mais úteis para aqueles que acreditam na indexação como uma filosofia de investimento. Por este motivo, esta secção é, em última análise, um guia para a alocação de ativos.

A Random Walk Down Wall Street, de Burton Malkiel

A Random Walk Down Wall Street, de Burton Malkiel, juntamente com The Little Book of Common Sense Investing, do falecido Jack Bogle, ajudou a popularizar a revolução dos fundos de índices que ocorreu entre os investidores de retalho nas últimas décadas. Sim, a mensagem do livro é simples ("compre fundos de índice"), mas para aqueles que não ouviram os argumentos antes (ou que não os ouviram bem apresentados), então este é o livro ideal.

The Intelligent Asset Allocator, de William Bernstein

The Intelligent Asset Allocator, de William Bernstein, abriu os meus olhos para as maravilhas da alocação de ativos e por que razão esta é um dos únicos “almoços grátis” nos investimentos. Com este livro, poderá compreender melhor as nuances do risco e retorno e por que motivo a alocação de ativos é a ferramenta mais importante à disposição de um investidor.

Global Asset Allocation, de Meb Faber

Se desejar uma amostra das estratégias de alocação de ativos mais populares do mundo, leia Global Asset Allocation, de Meb Faber. Esta obra curta e fácil oferece um enquadramento da alocação de ativos antes de mostrar exatamente como alocam capital os principais gestores de dinheiro do mundo. A minha parte preferida do livro é, na verdade, o final onde Faber compara o desempenho dessas diferentes estratégias e chega a uma conclusão surpreendente. Leia para saber mais.

Para Entretenimento

Se as nuances da alocação de ativos o deixam com os olhos vidrados, talvez precise de um livro de investimentos com um pouco mais de entusiasmo. É aqui que entra a secção de entretenimento. Todos os livros desta secção são algumas das leituras mais divertidas no mundo das finanças.

Liar’s Poker, de Michael Lewis

Michael Lewis é conhecido pelos seus inúmeros livros, alguns dos quais, foram já adaptados ao grande ecrã. Quer seja The Big Short, Moneyball ou Flash Boys, não há míngua de entretenimento na sua obra. No entanto, o livro que começou tudo foi Liars Poker. Passado na Wall Street dos anos 80, este clássico transporta-nos para o mundo selvagem do Trading na Salomon Brothers. Um livro que é parte história e parte thriller, Liars Poker é uma história que deveria ser leitura obrigatória para todos os investidores.

Black Edge por Sheelah Kolhatkar

Se sempre quis saber mais sobre insider trading e como algumas das pessoas mais ricas de Wall Street escaparam impunes, Black Edge é o livro para si. O livro de Kolhatkar revela um vislumbre do mundo das altas finanças e como as informações são negociadas para conseguir o lucro. Para além de apontar um holofote ao ponto fraco de Wall Street, o livro também relata os esforços para derrubar um dos gestores de hedge funds mais bem-sucedidos de todos os tempos.

Se gostou deste livro, procure também More Money Than God, de Sebastian Mallaby, para uma visão intrigante da história dos hedge funds.

The Devil’s Financial Dictionary por Jason Zweig

Ao contrário dos outros livros nesta secção, The Devils Financial Dictionary não conta uma história. No entanto, oferece um guia de referência útil sobre as definições reais de alguns dos termos mais usados ​​em Wall Street. Sim, este livro é um dicionário, mas diferente de tudo o que já leu antes. Uma das minhas passagens preferidas diz: Paguei os estudos universitários de dois filhos com o trading de opções. Infelizmente, eram os filhos do meu corretor. Leia este livro se quiser soltar umas gargalhadas e, simultaneamente, aprender algumas coisas.

Where are the Customer’s Yachts? de Fred Schwed

Apesar de ter sido publicado originalmente em 1940, Where are the Customers Yachts? é tão verdadeiro hoje como o era então. Como diz o ditado, os jogadores mudaram, mas o jogo continua o mesmo. Este livro é uma leitura divertida, mas informativa, sobre as motivações e os comportamentos subjacentes de muitos dos que trabalharam em Wall Street ao longo dos tempos.

The Money Game de Adam Smith (pseudónimo)

Apesar de ter sido escrito sob o pseudónimo de Adam Smith, não há nada de falso nas muitas lições de investimento contidas em The Money Game. Smith (também conhecido como George Goodman) escreve sobre os mercados financeiros de uma forma única, informativa e divertida. Embora o material deste livro esteja um pouco datado, contém também mais citações intemporais sobre investimentos do que qualquer outro livro que alguma vez li.

Para amantes de História

Se acredita que “desta vez é diferente”, talvez deva considerar alguns dos livros da secção que se segue. A História não é apenas intrigante por si só, mas a História Financeira tem um apelo adicional devido àquilo que não mudou ao longo dos séculos. Como Jesse Livermore disse uma vez: “Aprendi muito cedo que não há nada de novo em Wall Street. Não pode haver nada de novo porque a especulação é tão antiga como as montanhas. O que quer que aconteça hoje no mercado de ações, já aconteceu antes e acontecerá novamente.”

Devil Take the Hindmost por Edward Chancellor

Se sempre desejou uma história das bolhas no mercado, não procure mais. Devil Take the Hindmost é, de longe, o meu livro sobre história financeira preferido. Contém inúmeros detalhes peculiares e interessantes sobre todas as maiores bolhas dos últimos séculos. Se acredita que a natureza humana mudou nas últimas centenas de anos, este livro apresenta evidências convincentes do contrário.

Against the Gods, de Peter L. Bernstein

Em Against the Gods, Peter L. Bernstein relata a fascinante história do risco, desde os mais simples jogos de azar até aos mercados financeiros modernos. Este livro prova que escrever sobre probabilidades e estatística pode ser divertido e informativo ao mesmo tempo. Gostei particularmente deste livro porque transformou a minha visão do risco. Dito isto, se quer aprender com um dos maiores escritores financeiros de todos os tempos, Against the Gods é um ótimo lugar para começar.

Hetty, por Charles Slack

A maioria dos livros desta lista é centrada em homens, mas, em Hetty, a mulher mais rica da história de Wall Street monopoliza o palco. Hetty Green foi um titã da Era Dourada ao lado de nomes como John D. Rockefeller, Andrew Carnegie e J.P. Morgan. E não faço essa comparação levianamente. Hetty era uma verdadeira potência. Ela salvou a cidade de Nova York não uma, mas duas vezes durante sua vida e, à sua morte, em 1916, a sua fortuna estava avaliada em mais de 100 milhões de dólares, colocando-a entre os 40 americanos mais ricos de todos os tempos. Se deseja aprender a história da Era Dourada e, ao mesmo tempo, saber mais sobre a mulher mais rica da história de Wall Street, então Hetty é o lugar certo.

The Great Depression: A Diary, de Benjamin Roth

Alguma vez se questionou como seria realmente viver durante a Grande Depressão? Em The Great Depression: A Diary, Benjamin Roth oferece a resposta. Este trabalho fantástico é uma fonte primária de material para um dos tempos mais sombrios da história económica americana. O mais interessante é que Roth fornece uma reflexão sobre o que acontecia no mercado de ações à medida que a Depressão se aprofundava. Se alguma vez existiu uma prova que ilustra que o mercado de ações não é a economia, é esta.

Wealth, War & Wisdom, de Barton Biggs

Se gosta da História da Segunda Guerra Mundial e do mercado de ações, leia Wealth, War & Wisdom de Barton Biggs. Biggs faz um excelente trabalho ao ilustrar a rapidez com que os mercados de ações globais apreçavam novas informações durante a guerra, ao mesmo tempo que oferece conselhos sobre investimentos. A minha parte favorita do livro é a conclusão em que Biggs discute como devemos investir para sobreviver a eventos de destruição de grande riqueza (isto é, guerra, fome, pestilência, etc).

Para leitores avançados (também conhecidos como Os Verdadeiros Nerds do Investimento)

The Ages of the Investor por William Bernstein

Se já leu a maior parte dos livros acima e quer um pouco mais, esta secção é para si. Abaixo estão obras para um público um pouco mais técnico e para os verdadeiros nerds investidores entre nós (onde me incluo).

Provavelmente já deve ter percebido, mas sou um grande admirador de William Bernstein. E se gostou de The Four Pillars of Investing e The Intelligent Asset Allocator, então provavelmente vai gostar da sua série em quatro partes, The Ages of the Investor. Nesta série, Bernstein aprofunda a relação dos investimentos com o ciclo de vida, correlações, risco e alocação de ativos. Se desejar conselhos práticos de investimento de um dos melhores agentes no ramo, leia esta série em quatro partes.

Value Averaging, por Michael E. Edelson

Para aqueles que já ouviram falar de Dollar Cost Averaging e Lump Sum Investing, Michael Edleson apresenta uma ideia nova e radical em Value Averaging. O Valor Médio” é a ideia de que pretendemos fazer contribuições para o nosso portfólio, de modo a que ele aumente, todos os meses (ou todos os trimestres), o mesmo valor. Às vezes, isso significa vender mais quando os mercados sobem e comprar mais quando os mercados caem. Embora goste das experiências mentais apresentadas neste livro, a implementação de um portfólio de valor médio é muito mais difícil de implementar quando comparada a outros métodos. Só os investidores mais avançados deverão considerar esta estratégia.

What Works on Wall Street, de Jim O'Shaughnessy

Se já ouviu falar em investimento de fatores, What Works on Wall Street é o livro que ajudou a popularizar o termo entre os principais investidores de retalho. Embora os académicos já discutam fatores nas décadas anteriores ao lançamento do livro, a obra de Jim é a primeira a testar empiricamente esses fatores e a apresentar os resultados detalhadamente. Embora muitas das estratégias neste livro já não funcionem (devido a mudanças na sua popularidade e na estrutura de mercado), perceber por que motivos não funcionam pode ser bastante útil para investidores mais técnicos.

The Misbehavior of Markets, de Benoit Mandlebrot

Se já ouviu falar de The Black Swan de Nassim Taleb, então provavelmente deverá ler a sua maior influência, The Misbehavior of Markets de Benoit Mandlebrot. Mandlebrot foi um matemático e funcionário de longa data da IBM que se tornou um pioneiro no campo da matemática fractal. Ele utilizou aquilo que aprendeu na geometria fractal e aplicou-o aos mercados financeiros, onde descobriu que o risco era consistentemente subestimado.

Em The Misbehavior of Markets, Mandlebrot explica esse fenómeno e como corrigi-lo. Mais importante ainda, as ideias no trabalho de Mandlebrot foram uma grande influência em Nassim Taleb, um pensador financeiro ainda mais popular. Recomendo fortemente Mandlebrot e Taleb para obter uma visão não tradicional do risco nos mercados finance

Conclusão

Não importa que tipo de investidor somos, se quisermos aprender mais sobre finanças, os livros são a nossa melhor aposta. Desde 2012, li mais de 100 livros diferentes sobre investimentos (cerca de um por mês) e todos eles foram considerados ao escrever este artigo. Não estou a dizer isto para me gabar, mas para ilustrar a quantidade de material excelente que tive de excluir para manter este publicação relativamente curto.

Não existe uma lista certa dos melhores livros de investimento. O que eu gosto, o leitor pode não gostar e vice-versa. Como disse antes, muitas das coisas na vida dependem do ponto de vista de quem as vê. Espero, no entanto, que tenha achado esta lista útil como um ponto de partida para uma exploração posterior. Dito isto, felizes investimentos e obrigado pelas leituras!


Esclareça as suas questões comerciais com um representante da Casa de Investimentos.

Serviço disponível nos dias úteis das 8h às 18h.